PT EN
Histórico de: a
Pesquisar
14/05/2013

RM visita PT Telecom em Lisboa

Na primeira semana de Maio, o Presidente da RM Raimundo Ferraz, e o Presidente do Conselho Maia Junior, visitaram a sede da PT Telecom em Lisboa, e do Grupo Visabeira em Viseu, Portugal.
     
O objetivo da viagem foi atender ao convite da Oi e da PT Telecom para conhecer a sua relação com as prestadoras de serviços (PSR) e os clientes, avaliar as tecnologias empregadas no processo de gestão da manutenção e implantação de redes, com destaque para o Click que é a ferramenta de gestão da força de trabalho( Sistema WFM) , e o uso do PDA que é o equipamento usado pela operação de campo.
 
Os executivos visitaram o Centro de Capacitação, Formação e Certificação dos profissionais do Sistema; Centro de Despacho e Operações; Estruturas de Gestão de rede O&M e Engenharia, e a prestadora de serviço local Viatel, do grupo Visabeira.
 
O sistema WFM( Work Force Management -  Gestão da Forca de Trabalho) foi adquirida pela Oi  e será implantada no Brasil , juntamente com o PDA (equipamento para técnico de campo), a partir de setembro de 2013. Em Portugal houve diversos ganhos com a implantação da ferramenta:  maior produtividade, redução do retrabalho, diminuição das visitas improdutivas, queda do turnover e do absenteísmo, e melhora na qualidade.
 
Os portugueses relataram que os ganhos foram significativos para a empresa, para o cliente e para a equipe. O clima interno melhorou bastante, além de terem percebido uma elevação na autoestima de todos os envolvidos.  A satisfação do cliente também  apresentou uma curva de crescimento, e foi possível  constatar uma sensível melhoria nos indicadores de instalação, de reparo no prazo e  por consequência um aumento da produtividade. Segundo os profissionais da PT Telecom, as mudanças ocorreram pela forte gestão de processos, por um time envolvido e dedicado, pelo uso de novas tecnologias que permitiram um elevado grau de assertividade, e finalmente pelo cumprimento dos indicadores definidos para o projeto.
 
“A RM tem um time forte e comprometido com estas mudanças e acreditamos que dará uma resposta ainda melhor do que a dada pela PSR portuguesa. Temos plenas condições de obter excelentes resultados, e para alcançarmos é preciso preparar nosso time para assimilar as mudanças e as ferramentas com determinação, foco e objetividade”, afirma o presidente do conselho Maia Júnior.